Pesquisa

Carregando...

4 de out de 2014

Heavy Object


Mais uma recomendação escrita pelo C. Gabriel. Dessa vez, Heavy Object. 


Heavy Object
Dengeki Bunko Editora
Nota: 89.8/100

            Pessoas morrem em todas as guerras, certo? Certo?

            Bom, esse não parece ser o caso do mundo de HEAVY OBJECT, uma light novel que nos apresenta uma configuração de mundo totalmente diferente.

            Países sumiram, e no lugar deles foram criados grandes aglomerados de territórios, cada qual com suas características únicas, por exemplo, o Reino da Legitimidade onde o que mais importa para uma pessoa é a sua linhagem ou grandes feitos, ou como a Aliança Capitalista, onde o que mais importa é dinheiro.

Com isso dito podemos perceber que o mundo é muito diferente do que nós conhecemos.
            Mas o que fez com que ele mudasse tanto? Claro, foi a forma como as guerras acontecem.

            Não existem mais guerras com soldados, tanques, aviões, navios e tudo mais. Como a própria novel descreve, “Um soldado com um fuzil na mão não pode fazer nada nessa época”.

            Exatamente, tudo isso ficou ultrapassado. Mas o que ficou no lugar? Bombas atomicas? Não. Algo muito mais poderoso e perigoso.

            Os “objetos”.

            “Objetos” são apenas grande bolas de metal (podem ter outras formas) com mais de 50 metros de altura que possuem armas por todos os lados, essas armas vão desde armas a laser capazes de pulverizar seres humanos apenas ao contato, a grandes canhões principais capazes de fazer sumir montanhas com apenas um disparo. Isso é um objeto pra você.

            “Objetos” são armas de valor absoluto que só podem ser pilotados por “Elites” que foram especialmente treinados. Graças a esses montros, guerrear virou um grande duelo entre gigantes de poder absoluto, soldados e outras pessoas só existem para cuidar da manutenção e outros trabalhos longe da linha de frente. E é aqui que vamo introduzir nossos personagens.

            Quenser Barbotage é um membro do Reino da Legitmidade e um estudante de campo de batalha, que seria algo mais ou menos como um estagiário, ele vai ao campo de batalha para estudar objetos para um dia ser capaz de construir um. Ele é muito treinado na arte de usar explosivos, e apesar de não saber nem ao menos disparar uma arma, é muito util no campo de batalha por conta de sua inteligencia, criatividade e raciocinio rapido, além de que todas as garotas dessa novel parecem gostar dele. Ele possui um amigo quase inseparável. Que seria:

            Heivia Winchell, ele é um soldado de infantaria da mesma unidade do Reino da Legitimidade a qual Quenser foi deslocado. Filho de uma família de nobres menores, ele decidiu ir ao campo de batalha de forma a conseguir feitos heróicos para ganhar prestígio e assim poder aumentar a classe de sua família, tudo isso tem um motivo, mas você descobrirá depois qual é. Mais rápido do que esperto na hora de agir, ele sempre deu cobertura para Quenser e suas loucuras e durante a novel, já salvou a vida dele muitas vezes (ao que foi igualmente salvo por Quenser por outro lado). Muito carismático, morre de invejas de Quenser pelo fato de ele sempre atrair a atenção das garotas por onde passa.

            O que esses dois personagens e objetos tem a ver? É muito simples, é quase tão simples que é inacreditável. Eles dois foram os primeiros seres humanos do mundo a destruir um obejto sem usar um objeto. Sim é isso mesmo, eles lutaram contra um monstro de 50 metros de altura, criado para matar tudo e qualquer coisa que se mexe, e venceram. Como? Bom, ai você terá que ler a novel.



            Toda a premissa de Heavy object gira em torno de Quenser e Heivia em suas aventuras por diversos campos de batalha espalhados pelo mundo, sempre levando broncas de sua comandante Froleytia Capistrano por desobedecerem ordens, e tendo que lidar com o mau humor da “Elite” piloto do objeto de sua unidade, Milinda Bratini, mais conhecida como “princesa” esses dois passam por diversas situações de vida ou morte mas conseguem superar de uma forma ou de outra.

            Em resumo HEAVY OBJECT é uma novel diferente com uma tematica militar mas sem aquele peso das guerras sangrentas e brutais, existem vários momentos cômicos durante toda a novel, e o principal charme de todos os capítulos é aquele velho mistério “Eu quero ver como eles vão sair dessa agora”.

Uma pequena curiosidade seria que, o autor de HEAVY OBJECT é o emsmo autor da light novel de To Aru Majutsu no Index, e apesar de uma não ter nada a ver com a outra, é possivel reconhecer o estilo do autor quando se compara as duas obras,então se você gostou do estilo de escrita de Index, não necessariamente você vai gostar de HEAVY OBJECT, mas creio que a chance seja muito alta.

HEAVY OBJECT tem atualmente 6 volumes publicados e está em publicação.

---

Essa foi a segunda e última matéria que o C. Gabriel escreveu para o site! Demorei um pouco para postar as duas, mas mesmo assim a leitura vale a pena. Ele descreve muito bem a light novel em si e a sua atmosfera.

Muito Obrigada Gabriel por escrever para o site! Você é muito bem-vindo para outras reviews.

Caso você não tenha lido a primeira, ele fala sobre a light novel Utsuru Hako to Zero no Maria, ou para os mais íntimos HakoMari: Leia aqui.

Novamente, clique em uma das imagens para ir ao site com tradução pro português:


Outras opções: 

---
Obrigada por ler até aqui! Por favor comente incentivando o autor da review e o site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário